Západ – A Tragédia do Poder

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


Západ – A Tragédia do Poder dialoga com as pesquisas iniciadas nos espetáculos anteriores e encerra um ciclo temático. Trata da clausura humana nas relações de (e com o) poder, colocando em contracena os territórios feminino e masculino, delineados em Sacromaquia e Tauromaquia.

Západ (Ocidente, em russo) teve como mote histórico a correspondência trocada por Ivan, o Temível, e Elizabeth I, a Virgem, durante os anos de seus reinados. Essas cartas não foram material concreto no processo de criação – não se teve acesso a elas – mas acionaram, pela sua simples existência e potência simbólica, infinitas possibilidades de relações entre os dois sistemas de poder.

O projeto gerou um espetáculo, dividido em três partes, cada qual abordando um momento da trajetória ficcional de Ivan e Elisabeth – a juventude, a idade adulta e a maturidade. O primeiro movimento, De Neve e Neblina, com dramaturgia de Alexandre Toller; o segundo movimento, A Peleja de Ivan, o Temível, Czar da Rússia e Elisabeth I, Isabel para os íntimos, Monarca Virgem da Inglaterra. O Duelo do Século, do Milênio, de toda a eternidade, com dramaturgia de Newton Moreno; e o terceiro movimento, Dies Irae, com dramaturgia de Luis Alberto de Abreu.

SINOPSE

O primeiro texto revela os dois monarcas na juventude, repletos de expectativas, de possibilidades da concretização e de idealizações juvenis, que incluem o desejo de uma nova ordem, um novo arranjo entre os poderes do Estado e da Igreja. A dupla é acompanhada por um Anjo Branco e um Velho Bufão, que vislumbra a falência desse ambicioso e romântico projeto juvenil.

O segundo texto apresenta Ivan e Elizabeth em idade adulta. A troca de correspondências entre ambos revela a negociação de fusão dos dois reinos, através da união matrimonial, cujas consequências se projetariam para o futuro de toda Europa. O Anjo e o Bufão que os acompanham são, agora, sedutores, seduzidos pelo poder.

O terceiro texto vai encontrar Ivan e Elizabeth em idade madura, reflexivos, confrontados com as consequências de suas ações e escolhas. Acompanhados por dois jovens Bufões, que revelam na perspectiva infantil a condição dos seus amos enquanto o Anjo carrega o peso, o desgaste de uma trajetória inevitável.

A dramaturgia, ainda que articulada por diferentes dramaturgos, constituía-se a partir de uma fábula única, com a presença dos mesmos personagens centrais e seus contrapontos dramáticos.

EQUIPE DE CRIAÇÃO
Atores: Antonio Salvador, Beatriz Sayad, Clara Cecchini, Cláudio Queiroz, Cristina Lozzano, Daniel Ribeiro, Gustavo Trestini
Direção e Concepção: Maria Thaís
Dramaturgia: Alessandro Toller, Luís Alberto de Abreu e Newton Moreno
Preparação Vocal e Direção Musical: Daniel Maia
Cenografia e Figurinos: Márcio Medina
Iluminação: Lúcia Chedieck
Criação, Captação e Edição de Imagens Projetadas: Heloísa Passos

Assistente de Direção: Luísa Helene
Assistente de Cenografia: Vinícius Simões
Assistente de Figurinos: Carol Badra
Assistente de Iluminação: Cristina Souto
Composição Coreográfica e Preparação Corporal: Marcelo Goes

EQUIPE TÉCNICA

2ª Assistente de Iluminação: Karla Meneghetti
Assistente de Captação de Imagens Projetadas: Karla Meneghetti
Cabelos e maquiagem: Helaine Garcia
Fotografia: Alexandre Catan
Programação Visual: Daniel Maia e Júlio Andery
Administração: Norma-Lyds
Secretaria e Produção Executiva (projeto Západ): Luciana Gabriel
Produção Executiva (Espetáculo e atividade do projeto Západ) Cacá Toledo
Participações na 1ª etapa do Projeto Západ: Anete Lomaski (Direção de Produção) e Fernando Carvalhaes (Preparação vocal e musical)
Adereços de Papel – Concepção e Confecção do Teatro de Sombras: Sidnei Caria e equipe (Lucas Luciano, Silas Caria e Tetê Ribeiro)
Concepção e Confecção da Asa do Anjo, lança e Coroa: Silvana Marcondes
Pesquisa de Objetos: Gecimar Lima
Consultoria de Tecidos: Tatiana Couto
Confecção dos Figurinos: Zezé de Castro, Judith Lima (Roupa do Anjo) e By David Alfaiataria (Casaco dos Bufões)
Cenotecnia: Walter Mendes, Antonio Rinaldo, Anderson Piva, José Ticianeli, Éver Assis
Especialista em Bambu: Nelson Elias Moreira
Preparação Corporal: Marcelo Góes (Kung Fu), Grupo Nzinga (Capoeira Angola), Claudia de Souza e Fernando Reis (Flamenco)
Site: Cláudio Queiroz (Coordenação de Criação), Maria Thaís e Clara Cecchini (textos), Marcelo Meniquelli e Davi Januário – A Liga do Design (Web Designers)
Assessoria de Imprensa: Recado em Destaque (Clóvis Torres)
Palestrantes: Gilberto Safra, José Guida, Leandro Saraiva, León Kosowitch, Modesto Florenzano, Newton Canitto, Norval Baitello, Paulo Bezerra, Peter Pál Pelbart, Reverendo César, Sérgio Cardoso e Wanderlei Messias da Costa
Convidado Internacional: Jurij Alschitz

SERVIÇO: Ensaios abertos do ESPETÁCULO ZÁPAD – A TRAGÉDIA DO PODER – Dias: 7, 8, 9, 10, 14, 15, 16 e 17 de dezembro/2006
Horário: 20 horas
No TUSP (Teatro da USP): Rua Maria Antonia, 294, Vila Buarque
Lotação: 140 lugares
Fone 011 355 5538
Duração: 180 min
2006
Dezembro – Ensaios abertos – Teatro da Universidade de São Paulo – TUSP

2007
Janeiro/Fevereiro – Estreia e temporada no Teatro da Universidade de São Paulo – TUSP São Paulo/SP


[end_tabset]

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.